14/Abr/2017
Rui Costa fala sobre os cem dias na Chapecoense
Avaliação positiva.

        

Nesta quinta-feira, o diretor-executivo Rui Costa completou 120 dias trabalhando no departamento de futebol da Chapecoense. Em quatro meses de reconstrução, a Chape tem a chance de garantir um lugar na final do Catarinense, conquistar um título internacional na Recopa contra o Atlético Nacional-COL, e também segue na briga por uma vaga às oitavas de final da Libertadores. Mas além dos bons resultados de campo, o dirigente exalta o ambiente de fraternidade construído entre os atuais jogadores no vestiário.

- Os resultados estão acima da nossa expectativa. Com apenas quatro meses, temos um time com alternativas e jogadores valorizados. Isso nos dá muita satisfação. O desafio era muito grande, não era só montar um time. Mas mostrar que seria uma equipe capaz. A grande meta alcançada é que o nosso grupo é comprometido, os jogadores são amigos. Existe a noção de pertencimento - comentou Rui.

Leia mais
Com a camisa 80, Victor Ramos é apresentado na Chapecoense e projeta títulos 
Alto salário de Seijas pode impedir negócio entre Chapecoense e Inter
Follmann é contratado por emissora para ser comentarista de goleiros, diz colunista

 

Follmann, Alan Ruschel e Neto, os três sobreviventes da tragédia aérea, fazem parte da rotina diária do clube. O primeiro é fonte de inspiração, enquanto os dois últimos seguem em um cuidadoso processo de recuperação para a volta aos gramados.

- É um processo muito cuidadoso. Para o Neto e o Alan, já estar treinando com os companheiros é uma prova da grande recuperação. Contamos muito com eles. Follmann, Alan e Neto foram decisivos contra o Atlético Nacional na preleção - disse.

Apesar dos motivos para alegria, a Chapecoense ainda precisa conviver com brincadeiras de mau gosto. Em uma das viagens, membros da delegação ouviram: "Vamos descer que chegou a Chapecoense". Nesta quinta, o clube divulgou uma nota oficial para lamentar um cântico de uma torcida do Porto que lembrava o acidente com a delegação.

Mesmo com as dificuldades do dia a dia, a rotina da Chapecoense se encaminha para a normalidade de um clube de futebol. Liderando o segundo turno do campeonato estadual, Rui Costa falou da possibilidade de homenagear o ex-presidente.

- Podemos ganhar a taça Sandro Pallaoro (o segundo turno do Catarinense), o que seria muito importante para o nosso clube, e entrar na final com vantagem na final. O que aconteceu está eternizado. O legado é constante no nosso dia a dia. Estamos pensando em ganhar o Estadual para homenagear o nosso ex-presidente. 

*ZHESPORTES

Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários



publicidade
vídeos mais recentes



  • Previsão do Tempo Seara-SC
    Sábado , 18/11
    18ºC
    26ºC
    20mm
    90%
    Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.

enquete

home      a rádio      notícias      programação      blog      eventos      faleconosco
Facebook   Twitter   Youtube
Rua do Comércio, 215, Centro Seara - SC CEP: 89770-000 (49)3452-8500 | belosmontes@belosmontes.com.br